Ansiedade em idosos: saiba como evitar esse mal.

Exercitar o cérebro
Em Saúde - 19-01-2018

A ansiedade é um sentimento que faz parte da nossa evolução biológica e nos faz estar menos vulneráveis aos perigos do mundo. Mas como é a ansiedade em idosos?

 

Com o passar dos anos, as alterações emocionais aumentaram e a ansiedade em idosos se tornou uma situação comum. Entretanto, quando fica muito intensa – o chamado Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG)- a ansiedade se torna um problema, interferindo na qualidade de vida.

 

 

Seguir algumas orientações simples é fundamental para evitar essa situação e trazer muito mais bem-estar à vida do idoso. Continue a leitura desse artigo e confira dicas indispensáveis!

 

 

Ansiedade em idosos: o que é?

 

Ansiedade em idosos

 

 

A ansiedade é uma emoção normal do ser humano, que aparece sempre que enfrentamos uma situação diferente ou uma decisão difícil.

 

 

Quando apresentada em excesso, pode ser caracterizada como doença (transtornos de ansiedade), provocando medo extremo mesmo em situações simples e cotidianas. Além dos sintomas físicos, existem ainda a fadiga, insônia, falta de ar, boca seca, palpitações, náuseas, e tremedeiras.

 

 

Quais as causas?

 

 

A exposição contínua a fatores de estresse, problemas financeiros, abuso de substâncias que causam dependência, traumas de infância, vulnerabilidade social ou transtornos de personalidade podem provocar a ansiedade crônica, sendo necessário acompanhamento médico.

 

 

O TAG é mais comum em idosos e geralmente com doenças como depressão, problemas cardíacos ou diabetes.

 

 

Como evitar a ansiedade em idosos?

 

 

Quem apresenta transtornos de ansiedade crônicos deve procurar um médico e fazer o tratamento mais recomendado para o seu perfil clínico.

 

 

Terapia e medicação fazem parte do tratamento, entretanto, ele varia de uma pessoa para outra.

 

 

Antes de chegar a esse ponto, é possível mudar pequenos hábitos no dia a dia e evitar a ansiedade, deixando a vida mais leve. Veja algumas dicas:

 

 

1.      Preencha o tempo livre

 

 

Idosa Meditando

 

 

É muito comum acreditar que, ao chegar na terceira idade, a pessoa precise de mais tempo para descansar. Porém manter-se ocupado é justamente uma das formas de evitar a ansiedade em idosos.

 

 

O ideal é preencher toda a rotina com atividades que sejam úteis de alguma forma e que tragam prazer e felicidade.

 

 

2.      Pratique exercícios físicos

 

 

Idosos se exercitanto

 

 

A prática de atividades melhora o funcionamento geral do organismo, além de produzir substâncias que melhoram o humor e causam sensação de bem-estar.

 

 

Se possível, faça exercícios ao ar livre. O sol ajuda a aliviar a ansiedade e também a depressão.

 

 

3.      Esteja em contato com outras pessoas

 

 

idosos juntos

 

 

O isolamento social pode colaborar com a ansiedade. Recomenda-se a interação com pessoas de diferentes ambientes, com a criação de vínculos afetivos e emocionais. A família é fundamental, mas é importante que o idoso mantenha suas próprias relações e realize atividades sociais com amigos e conhecidos de outros círculos.

 

 

4.      Exercite o cérebro

 

Exercitar o cérebro

 

 

A mente deve estar sempre ativa para evitar doenças como a ansiedade. Leia mais, escreva pequenas metas em uma agenda, pesquise sobre novos assuntos, faça palavras-cruzadas, jogue xadrez e durma bem.

 

 

Um cérebro ativo é importante para estar sempre inteligente e com boa saúde.

 

 

Quer outras dicas para melhorar a saúde do idoso? Acesse nosso artigo sobre atividades físicas na terceira idade e descubra como se manter ativo e afastar problemas como ansiedade e depressão.

Comentários