Saiba agora quais são os cinco tipos de riscos ocupacionais no trabalho!


Em Artigos - 22-03-2019

Um assunto importante a se tratar são os ricos ocupacionais no trabalho. Adquirir cuidados com o trabalhador é uma das maiores responsabilidades das empresas atualmente. Aqui analisaremos o que é risco ocupacional no trabalho e seus cinco tipos classificados, conforme o Ministério do trabalho.

 

Entende-se que toda situação de perigo em que a pessoa contratada está exposta é considerado um risco ocupacional no trabalho. É a existência de probabilidade do trabalhador sofrer algum dano, resultante de suas atividades profissionais. Por essa razão, as empresas, em geral, precisam tratar cuidadosamente do assunto, para evitar os danos.

 

Os riscos ocupacionais são importantes e devem ser devidamente identificados, classificados e prevenidos. Normalmente, estão relacionados ao ambiente em que o trabalhador exerce suas tarefas. E podem estar sujeitos a vários fatores que causam os riscos. Por isso, é preciso analisar as inúmeras situações que podem gerar danos à saúde ou à integridade física do profissional. Assim, podemos dizer que os riscos ocupacionais estão ligados aos acidentes ou possíveis doenças a que os trabalhadores estão expostos.

 

 

Risco ocupacional no trabalho

 

 

Segundo o Ministério do Trabalho, os riscos ocupacionais são categorizados de acordo com seus gêneros. Isto é, são classificados conforme sua natureza física, química, biológica, ergonômica ou acidental. Sendo apontados como operacionais (riscos de acidente), comportamentais ou ambientais.

 

Assim, os riscos ocupacionais se referem aos riscos de acidentes que os trabalhadores estão sujeitos em seu ambiente de trabalho. As causas desses riscos estão associados a vários fatores. Como ruídos, vibrações, gases, vapores, iluminação inadequada, presença de máquinas, calor, dentre várias outras possibilidades.

 

Além disso, os riscos ocupacionais também estão ligados a possíveis doenças que podem suceder, devido as tarefas realizadas. Qualquer situação que apresente risco de danos à saúde do trabalhador se caracteriza como um risco ocupacional.

 

A empresa

 

As empresas possuem o papel fundamental para que evite os riscos ocupacionais nos seus locais de trabalho. Através de seus cuidados, o trabalhador segue suas tarefas de uma maneira mais segura, garantindo sua proteção e saúde.

 

Com isso, as empresas, em geral, exercem seu papel por meio de diferentes ações e iniciativas. Visam, acima de tudo, garantir qualidade de vida de seus trabalhadores. Ademias, elas garantem o bem-estar dos profissionais, mantendo um clima organizacional tranquilo e agradável. Tudo para fortalecer a equipe e mantê-la focada em sua missão. O trabalhador que se sente seguro e apoiado tende a se sentir mais eficaz ao desempenhar sua função. Por isso, os riscos ocupacionais no trabalho possuem total influência no dia a dia da empresa apresentado resultados satisfatório.

 

Nesse cenário, as empresa têm por obrigação dar o suporte, conforme às normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho. Precisam oferecer a máxima segurança aos trabalhadores que exerçam suas funções. E não os deixando expostos a riscos que podem ser evitados por equipamentos de segurança, treinamentos constantes, uso de monitoramento pessoal do trabalhador em perigo, dentre outras normas de segurança.

 

Adquirir cuidados que evitam os riscos ocupacionais também é um assunto de interesse das empresas. Pois, se há acidentes ou doenças de seus trabalhadores, há diminuição da produtividade e aumento do número de afastamentos. Saber diferenciá-los e propor medidas de prevenção são fatores essenciais para uma boa gestão.

 

 

Os cincos tipos de riscos ocupacionais no trabalho e sua classificação em cores

 

riscos ocupacionais no trabalho

 

As empresas precisam seguir os cincos tipos de riscos abordados pelo Mistério do Trabalho. Diferenciar os riscos, facilita adquirir um controle sobre os problemas. Criar projetos, de acordo com o perfil da empresa, e mapear as ocorrências desses problemas, garante a segurança do trabalhador.

 

Além disso, cada tipo de risco é identificado por uma cor e expostos no local apresentado, conforme sua gravidade. As cores facilitam a visualização da sinalização a qual contribui, portanto, para a segurança do trabalhador.

 

Riscos Físicos: Grupo 1 – Verde

 

risco fisico

 

Os ricos físicos são classificados na cor verde.  Representam os riscos relacionados as diversas formas de energia a que possam estar expostos os trabalhadores. Tais como:

 

  • Ruídos;
  • Vibrações,
  • Radiações ionizantes, como raio x
  • Temperaturas extremas, como frio calor pressões anormais e umidade.

 

Diversas medidas de segurança precisam fazer parte da realidade da empresa. É necessário serem adotadas para qualquer um dos itens citados anteriormente. Determinar qual o tipo de equipamento de proteção individual (EPIs) que o trabalhador deverá adotar é fundamental. A fim de minimizar potenciais problemas de saúde.

 

 

Riscos Químicos: Grupo 2 – Vermelha

 

risco quimico

 

Os riscos químicos são classificados na cor vermelha. Representam os riscos relacionados as substâncias, compostos ou produtos que possam penetrar no organismo do trabalhador. Seja por via respiratória, por meio de contato ou serem absorvidos pelo organismo por ingestão. São exemplos de substância química:

 

  • Poeiras;
  • Fumos;
  • Névoas;
  • Neblinas;
  • Gases;

 

Os riscos químicos são fortemente prejudiciais à saúde dos trabalhadores. É preciso extremos cuidados nas formas de contato, tempo de exposição as substâncias e toxicidades. É indispensável adquirir equipamentos de contenção de gases inalados. EPIs, como máscaras faciais, reduzem os gases que podem penetrar no organismo.

 

 

Risco Biológico: Grupo 3 – Marrom

 

risco biologico

 

Os riscos biológicos são classificados na cor marrom. Representam os riscos relacionados a exposição do trabalhador a organismos maléficos que podem proliferar no ambiente. São eles:

 

  • Vírus;
  • Bactéria;
  • Protozoários;
  • Fungos;
  • Parasitas;

 

Para os riscos biológicos, a medidas de segurança precisam ser, ainda mais, seguras. Se tratando não só da segurança individual, como também, do coletivo. Além dos trabalhadores possuírem um alto grau de insalubridade, devido aos riscos que possam vir acarretar. As medidas de prevenção variam de acordo com qual micro-organismo o trabalhador estará exposto em sua atividade.

 

 

Risco Ergonômicos: Grupo 4 – Amarelo

 

 

Os riscos ergonômicos são classificados na cor amarela. Representam os riscos relacionados a qualquer fator que possa interferir nas características psicológicas e fisiológicas do trabalhador. Causando desconforto ou afetando sua saúde. São exemplos:

 

  • Esforço físico intenso;
  • Exigência de postura inadequada, como local de trabalho inadequado;
  • Levantamento e transporte manual de peso;
  • Postura inadequada;
  • Controle rígido de produtividade;
  • Imposição de ritmos excessivos;
  • Trabalho em turno e noturno;
  • Jornada de trabalho prolongadas;
  • Estresse físico/ou psíquico.

 

O laudo ergonômico é um conjunto de medidas que precisa ser adotada em toda empresa. São medidas que oferecem conforto e bem-estar aos trabalhadores, evitando as situações acima. Assim, corrigindo e dificultando o risco.

 

 

Risco de acidentes: Grupo 5 – Azul

 

 

Os riscos de acidentes são classificados na cor Azul. Representam os riscos relacionados a qualquer forma que coloque o trabalhador em situação vulnerável. Ou que afete sua integridade e bem estar físico e psíquico. São riscos onde o trabalhador exerce suas tarefas sem nenhuma proteção.  São exemplos:

 

  • Piso escorregadio;
  • Fios desencapados;
  • Máquinas e equipamentos sem proteção;
  • Ferramentas inadequadas ou defeituosas;
  • Iluminação inadequada;
  • Eletricidade;
  • Probabilidade de incêndio ou explosão;
  • Armazenamento inadequado;
  • Animais peçonhentos, como mordida de cobra, aranha, picada de escorpião, barbeiro, entre outros.

 

A utilização das EPIs são relacionadas de acordo com cada atividade exercida. Entretanto, a empresa possui responsabilidades obrigatórias e todo o cuidado com o trabalhador.

 

É essencial que toda empresa expõe a tabela dos riscos ocupacionais no trabalho. Através dela, o trabalhador observa qual tarefa está se expondo e as devidas seguranças abordados para o tipo de risco. Por intermédio da tabela, é possível mapear qualquer tipo de ocorrência, além de evitar acidentes.

 

Propor novas medidas de prevenção e treinar a atuação dos gestores de equipe são formas fundamentais de evitar quaisquer tipos de riscos ocupacionais no trabalho.

 

Nesse artigo, analisamos os riscos ocupacionais no trabalho. Entenda melhor sobre o assunto lendo o artigo acidente no trabalho. Mais uma forma de compreender o papel da empresa e garantir todo o entendimento sobre a proteção de seus funcionários.